dezembro 03, 2005

O regresso de Verissimo















«Eu acho que o sexo tem que ser entre pessoas que se amam, ou se gostam, ou se respeitam, ou então não se conhecem mas não têm nada mais para fazer entre as seis e as oito. Senão fica uma coisa mecânica, entende?»

«Eu acho que na cama vale tudo, menos legumes. Já perdi a namorada porque disse que o meu limite era o pepino. E nos dávamos bem, ela também é do coral da igreja.»

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

«Um dia Moacyr ("com ipsilone", como se dizia) chegou em casa e encontrou sua mulher na cama com um fuzileiro naval. Comentou que há muito tempo não via fuzileiros navais, com seus uniformes característicos na rua, e até se indignava se a corporação ainda existia.
-- Existimos -- respondeu o fuzileiro Tobias --, mas só para serviços especiais.
E Dalinda, ao seu lado, sorriu e baixou os olhos, imaginando que Tobias se referia a ela.»

Luis Fernando Verissimo, Orgias. (Objetiva)

3 comentários:

Antonio disse...

“ Dingou Béu...Dingou Béu.
Acabou papel
Não faz mal, não faz mal,
Limpa com jornal”
Feliz Natal! Espero que o ano novo, você não precise limpar com jornal, mas sim com um belo e perfumado papel pessegado e macio! Eeheheh! E que a mídia impressa tenha boas noticias em 2006, caso contrário, papel de jornal para ela!
Sem mais delongas: um Feliz Natal e um ano novo, com muita esbórnia saudável , temperada com (redundância gramática) muita temperança e paz! Um forte abraço Natalino! Até 2006 se Deus quiser! Dingau Béu....
Em tempo: esta mensagem é padrão. Caso você a encontre em outros blogs, não se ofenda! Ela foi feita com muito carinho, sapiência, amor e alegria. Saibamos compartilhar o carinho alheio. É natal!

rui xisto disse...

Agradecido Francisco, por "me recordar" que o LFV, tinha editado este livro. Eu sou um grande apreciador das suas colunas e então os meus amigos brasilerios estão sempre a mandar-me as que encontram...

magnohlia disse...

AHAHAH...muito divertido!