setembro 07, 2004

Realidade e Ficção

Amaury Veras, 53 anos, estilista (moda) foi encontrado morto na sua casa do Arpoador, pendurado por uma écharpe na porta do seu quarto. O caso tem agitado, sobretudo aquele tipo de gente que gosta de dizer «griffe» e de mencionar o termo «ícones» (uma das melhores frases foi a da actriz Ingrid Guimarães: «O fato não condiz com a pessoa. Ele era zen, não acredito que possa ter se matado.» O blog Farsantes toca num ponto essencial, para lá da vida e da morte: «Rubem Fonseca deve estar se roendo.» Um crime assim não é de todos os dias, um estilista pendurado por uma écharpe.

1 comentário:

Mister Hyde disse...

Atualização em 16/01/2006:
Na data de hoje o empresário Frankie Mackey (sócio do falecido Amaury Veras) deveria ter comparecido à Justiça para ser formalemnte indiciado como assassino (teria agredido o sócio e simulado o suicídio deste, conforme laudo do Instituto Médico-Legal). Se não comparecer em breve, Mackey será considerado foragido.