outubro 22, 2007

Rio de Janeiro violento: Os Insones












Samora é negro, mora no Leblon e quer mudar o mundo. Sofia é branca, mora em Ipanema e está desaparecida. Seu irmão Felipe coleciona armas escondido dos pais. Mara Maluca é meio mulata, meio índia, mora na favela e é capaz de atrocidades inenarráveis. Chayene pinta as unhas de vermelho e negro e quer ser atriz. São todos muito jovens. É esta a matéria de Os Insones, romance de Tonny Bellotto publicado pela Companhia das Letras. Começa assim:
«No futuro ele vai invadir a cidade. Por enquanto é só paisagem: mar, mar, mar. Do outro lado, pensou, a África. Olhou em torno, o quarto era pequeno. Colchão, mesa, duas cadeiras, livros e CDs espalhados, CD-player, mochila, garrafinhas d'água e uma janela. Lá fora gente falando, rádio ligado, cachorro latindo e o esgoto aberto. Como se a África estivesse ali mesmo. Uma velha subia os degraus acompanhada de um garotinho preto. Luger cromada enfiada dentro da bermuda vermelha, o garoto percebeu que era observado.»

1 comentário:

H. M. disse...

Olá ao pessoa da Gávea, procurei o link de email no blog e não encontrei, desculpem se erro ao deixar esta mensagem no comentario, me chamo Hugo Maximo e meus livros estão disponíveis gratuitamente na internet pelo sistema Creative Commons no meu Blog “Por uma Vida na Matrix Menos Ordinária” ( http://matrixordinaria.blogspot.com/ ).

Depois de três livros publicados da maneira tradicional resolvi atacar em outras frentes, a exemplo do autor Cory Doctorow e de outros escritores, defensores do sistema copyleft de direitos autorais.

caso achem interessante e puderem ajudar na divulgação, fico contente e grato.

um grande abraço e obrigado

Hugo Maximo