fevereiro 01, 2005

Entrevista com Luiz Antônio Assis Brasil



A Margem Imóvel do Rio, de Luiz Antônio Assis Brasil será finalmente publicado em Portugal, pela Ambar (edição brasileira na LPM, de Porto Alegre). O autor estará em Portugal para as Correntes d'Escrita, a realizar na Póvoa de Varzim, já dentro de duas semanas. Leia aqui o extracto de uma entrevista transmitida em Portugal pela rádio Antena Um.

3 comentários:

Anónimo disse...

A distância geográfica entre o Rio Grande do Sul e o Recife é bem maior do que a que separa Pernambuco do Senegal. Não surpreende que um visitante recifense se sinta meio estrangeiro em ambos os longínquos sítios. O que nos une é a marca portuguesa, indelével tanto na Nova Lusitânia (assim se chamava Pernambuco até o séc. XVIII) e as terras gaúchas, povoadas que foram por açorianos. O que nos torna diferentes é que em Pernambuco os portugueses (frequentemente da região de Viana do Castelo, mas também houve açorianos) se misturaram com as índias, e posteriormente agregaram o componente africano. Já no Rio Grande do Sul costeiro vê-se muito mais nitidamente Portugal no rosto das pessoas (no interior, alemães, italianos, e alguns mulatos na região de fronteira) e a imigração, apesar de ter seus 200 anos, é muito mais recente. Pernambuco já tentou se libertar do Brasil por duas vezes, no séc. XIX. O Rio Grande do Sul também fez das suas. Mas o casamento até que tem sido duradouro...

Anónimo disse...

I've been finding almost all of my sushi chicago here

Roberto Iza Valdes disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.