outubro 15, 2004

Sabino, Adeus


Quem nunca riu de verdade com os textos de Deixa o Alfredo Falar! não sabe o que perde. Fernando Sabino, um grande amigo de Portugal, morreu no passado dia 10. A sua biografia está neste link.

«Quando eu era menino, os mais velhos perguntavam: o que você quer ser quando crescer? Hoje não perguntam mais. Se perguntassem, eu diria que quero ser menino.»


Livros principais e a ler:
O Homem Nu, A Mulher do Vizinho, Deixa o Alfredo Falar!, O Encontro das Águas, O Grande Mentecapto, Cartas Perto do Coração (Correspondência com Clarice Lispector), A Volta por cima.

Era um magnífico cronista.

4 comentários:

Manuel Jorge Marmelo disse...

Justíssima homenagem, Francisco. Foi... apenas um pouco tarde ;-).
Grande abraço!

sub rosa disse...

Olá,
Convém não esquecer o notável "Cartas na Mesa". Rio, Record,2002.
Trata-se de sua correspondência (ativa) com Helio Pellegrino, Otto Lara Resende e Paulo Mendes Campos.
Excelente, ainda mais que são esses três mineiros que formam com Sabino os quatro personagens de seu livro mais famoso " O ENCONTRO MARCADO" . Este, seria imperdoável não ler.:=)

Oa cumprimentos ao blogue e aos autores, já os deixei, caso queiram ver, por favor, no post inicial, aquele sobre Nelson Rodrigues, no mês de Agosto, creio.
Um abraço
Meg Guimaraes (Sub Rosa)
subrosa@meguimaraes.com

Ilidio Soares disse...

Demorou, mas veio. Não os perdoaria se nenhuma linha mencionassem. Obrigado, do fundo do coração.
abraços
Ilidio

F disse...

Obrigado a todos. Tens razão, Jorge, quanto ao atraso -- imerecido, por parte do Sabinão, que ambos líamos para rir e rir e rir e às vezes ficarmos cabisbaixos como o Alfredo, que ninguém deixava falar.